Buscar
Youtube Instagram

Notícias

08.03.2019 - 15:43

Combate à violência e feminicídio, empoderamento e luta por direitos são destaques no Dia Internacional da Mulher ACP

Conhecer os dados, as causas e os efeitos da violência contra mulher e feminicídio, fortalecer o empoderamento feminino para enfrentar essas violências e a desigualdade foram os pilares do Dia Internacional da Mulher ACP, realizado pelo sindicato, na manhã desta sexta-feira, 8 de março
|
Compartilhe:

Conhecer os dados, as causas e os efeitos da violência contra mulher e feminicídio, fortalecer o empoderamento feminino para enfrentar essas violências e a desigualdade foram os pilares do Dia Internacional da Mulher ACP, realizado pelo sindicato, na manhã desta sexta-feira, 8 de março.

“Hoje é um dia de reflexão, de protesto. Mais um dia de luta para nós, mulheres de garra que somos. Nós somos a maioria entre trabalhadores da educação, nós estamos sempre à frente das lutas e, mais do que nunca, temos de fortalecer essa união e a defesa dos direitos da mulher trabalhadora, da estudante, da menina. Temos de enfrentar essa onda conservadora que quer nos ferir ainda mais”, ponderou a vice-presidente da ACP, professora Zélia Aguiar.

As mulheres educadoras participaram da manhã de formação, que começou com a apresentação do Coral da ACP. A professora e assistente social, Eloísa Castro Berro, abriu as atividades com a palestra sobre violência e feminicídio. Logo após, as representantes da Coordenadoria da Mulher do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Sandra Monteiro e Vanessa Vieira organizaram uma Roda de Conversa sobre empoderamento e os projetos desenvolvidos pelo TJMS em políticas públicas para mulher.


Durante a Roda de Conversa do TJMS, a atriz e arte educadora, Andressa Zonta Bussolaro, do grupo de teatro Coletivo Usina apresentou uma esquete, que contou a história de Malala Yousafzai, a ativista paquistanesa, que sofreu uma tentativa de assassinato, aos 15 anos, por sua defesa do direito à educação para ela e todas meninas de seu país. O momento emocionou a plateia formada quase completamente por mulheres professoras.

A fechamento das atividades do Dia Internacional da Mulher ACP, foi uma palestra / dinâmica com o Coach Guto Faria, sob a perspectiva “desenhando o seu caminho para o empoderamento”, a ação focou na fortalecimento pessoal das mulheres presentes para enfrentar as lutas coletivas e por direitos das mulheres trabalhadoras.

“Acho que suma importância um evento como esse na ACP. Precisamos debater, falar, nos fortalecer, principalmente num momento como o que estamos vivendo, de aumento das violências e tentativas de repressão a nós, mulheres. Nós precisamos conhecer nossos direitos (ou a tentativa de retirada deles) e, como educadoras, temos o compromisso de transmitir esse conhecimento, essa proteção e esse empoderamento não só para nós mesmas, mas para amigas, família e, principalmente, alunas e alunos. Foi uma manhã muito produtiva”, avalia a professora e representante sindical, Rosana Machado.

Violências e machismo estrutural x empoderamento e direitos