Buscar
Youtube Instagram

Notícias

23.02.2018 - 15:15

ACP tem primeira reunião com legislativo para implantação da gestão democrática na REME

Nesta quinta-feira (22), a ACP reuniu-se, pela primeira vez, com a Câmara de Vereadores para cobrar celeridade na tramitação do Projeto de Lei
|
Compartilhe:

A gestão democrática vem sendo debatida entre a ACP e a Semed, desde 2012. Com a implantação do PME (Plano Municipal de Educação), em 2015, sua meta 19 fortaleceu ainda mais a luta da categoria, pela efetivação da gestão democrática na REME.

Em 2017, de maneira inédita, o Executivo Municipal, através do prefeito Marcos Trad, demonstrou interesse na realização de eleição direta para diretores da Reme, encaminhando para a Câmara Municipal, o projeto de Lei que trata da gestão democrática.

Nesta quinta-feira (22), a ACP reuniu-se, pela primeira vez, com o Legislativo Municipal para cobrar celeridade na tramitação do Projeto de Lei. O presidente do sindicato, Lucílio Nobre; a vice-presidente Zélia Aguiar, e os secretários, Gilvano Bronzoni, Lilian Teles, Waldemar Gomes e Weld de Carlos foram recebidos pelo presidente da Câmara, vereador João Rocha, e o 1º secretário, vereador Carlão.

De acordo com Lucílio Nobre, a reunião foi satisfatória. “Houve compromisso do presidente da Casa de realizar uma audiência pública sobre o tema, ainda na primeira semana de março, para debater com os profissionais da educação e os demais vereadores, membros das comissões da Câmara. Também ficou assegurado pelos parlamentares, que o projeto tramitará pelas comissões, ao longo do mês, e após análise nessas comissões, será pautado para votação”, informa o presidente da ACP.

O vereador João Rocha afirmou que a gestão democrática terá prioridade em relação à tramitação dos projetos na Câmara Municipal. “A ACP espera que o Poder Legislativo cumpra com o que a categoria demanda. A gestão democrática é uma prioridade dos profissionais da educação pública há bastante tempo. Com eleições diretas nas escolas, a responsabilidade pela escolha dos gestores é transferida para a comunidade escolar, respeitando a democracia e promovendo autonomia e cooperação para a realização do trabalho”, avalia Lucílio Nobre.

Assim que a audiência pública for marcada, a ACP comunicará as escolas da REME, para que a comunidade possa debater o futuro da gestão escolar. “É importante que a Câmara Municipal tenha empenho em aprovar, definitivamente, o PL da gestão democrática, pois, uma vez implantada, as eleições diretas para diretores na REME serão um marco para a educação pública Municipal”, conclui Nobre.

Tag3 - Desenvolvimento Digital